sábado, 7 de janeiro de 2012

De onde veio essa ideia mesmo??

Hello, galerinha! Comecei o blog há um tempo, mas perdi o passo da dança. Resolvi voltar, mas direitinho dessa vez. Deixe eu me apresentar aqui. 
Meu nome é Bárbara Costa, tenho 19 anos, um cachorro fofo e uma gata louca. 

Cachorro fofo e gata doida, respectivamente. :D

Bom, mas eu sei que isso não importa, de verdade. Eu quero que esse blog ajude as meninas que ainda estão no começo (bem, mais no começo do que eu, pelo menos) e quero compartilhar experiências, assim todas nós crescemos. 

Então eu pensei em começar pelo comecinho, ou seja, quando eu decidi ser au pair. Não sei se há um diz exato para isso. Mas tudo começou mesmo quando eu fiz meu primeiro intercâmbio (high school para os Estados Unidos). Eu fiquei cinco meses, mas no fim achei que não foi o suficiente, senti que precisava de mais. Quando cheguei eu comecei a procurar novos intercâmbios, e foi quando descobri o au pair.

Acho que todas, quando descobrimos o programa, ficamos com dúvidas sobre ser ou não ser au pair. Então resolvi dar algumas dicas. Ou melhor, prós e contras (no meu ponto de vista, claro), e que eu acho que possam ajudar quem ainda está se decidindo.

Ser ou não ser Au Pair, eis a questão... Lista de prós e contras:

1) Bom, acho que uma das coisas que TODAS nós levamos em conta é o preço. Vamos falar a verdade, é bem barato! A gente paga por um ano que o pagaria por 10 dias em New York. Pelas minhas contas sai entre 5 e 6 mil, dependendo da pessoa, claro. Se você já tiver passaporte, malas, não precisa viajar pra tirar visto, bem, então com certeza são gastos a menos. Mas mesmo assim é bem em conta.

2) Você vai realmente vivenciar a cultura americana. Você vai morar com uma host family e não tem jeito melhor de conhecer a fundo a cultura deles.

3) Se você gosta de crianças (o que se espera que seja o caso, já que o programa envolve crianças!) então o programa é perfeito, pois você vai passar a maior parte do seu tempo com elas. Na verdade, você meio que vai ter que ser uma mãe adotiva. Então, MUST LOVE KIDS!

4) Você vai receber um salário semanal de 195,75 dólares. Pode parecer pouco, mas se eu for comparar o que ganho aqui e o que eu ganharei lá... Bem, eu vou ganhar MUITO mais, então não tenho do que reclamar. São quase U$800 por mês. O que me leva ao 5º tópico...

5) Se você vier com bastante dinheiro ou, como a maioria, conseguir juntar lá nos EUA, vai dar pra viajar, pra conhecer outros lugares. Você pode até viajar sozinha, se for do tipo que não liga pra isso (Tipo eu!). Entao, mais um pró!

6) And last but not least... A não ser que você more numa casa de brasileiros e só ande com brasileiras, acho meio difícil você passar um ano e não voltar fluente. O que será uma ótima conquista pessoal e mais um big up no seu currículo!!

Mas é claro que nem tudo são rosas, por isso tem que pensar bem antes de ir...

1) Você vai passar a maior parte do seu tempo cuidando de crianças, então certifique-se de que é isso mesmo que você quer. Vá em creches e hoteizinhos, cuido do filho do seu vizinho. Não venha despreparada!

2) Você vai ganhar quase 800 por mês, e isso é bom, mas não é MARAVILHOSO. Então você tem que economizar. Lembre-se disso!

3) Um ano fora de casa! Um ano sem a sua família e amigos do Brasil Você pode ter aquilo que é conhecido como homesick, ou seja, saudade muito, muito forte do Brasil, da sua família. Você tem que estar preparada (mesmo que eu ache que por mais que nos preparemos ao chegar lá tudo será diferente, mas quanto mais preparada, menor o choque).

4) Por melhor que seja a família, por mais perfeita (para você) que ela seja, você ainda é uma "empregada" deles. Empregada no sentido de que eles são seus patrões e que você trabalha pra eles. Você estará morando no seu emprego! Lembre-se sempre disso.

5) Você será como Ryan, de The O.C., um estranho no paraíso. Ou seja, você será a estranha lá que tem que se acostumar com a vida deles, e não o contrário. Claro que a gente espera que eles sejam compreensivos e tal (e muitos são!!!), mas vamos viajar já sabendo do que pode acontecer, não é?

Então é isso. Espero que todas que decidirem se aventuras na terrinha do tio Sam viajem preparadas (com a mente preparada!!!). E eu realmente espero que eu possa ajudar.

Se alguém estiver se perguntando, não, eu ainda não viajei. Estou esperando a ligação da APC para ficar online. Mas isso são cenas do próximo capítulo.

Beijos e qualquer comentário que tiverem, concordando ou discordando, pode deixar um comentário. 

Beijos de novo e até mais! :):)

3 comentários:

  1. HAHAHAAh e é bem isso mesmo... só uma coisa, 195,75 nao sao NADA, mesmo!!!!! Mas, é o que tem pra hoje! hehehe
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi lindinha como vc está? consegui uma brechinha para passar por aqui.... para postar no meu blog precisa agora de liberação me passa o seu e-mail para eu te cadastrar.... bjos

    ResponderExcluir
  3. ah, sim. Obrigada!
    meu email é bah_ziiita@hotmail.com

    beijooos

    ResponderExcluir

Glad you're here! Leave a message! :)